«A resposta tem sido boa em termos de aplicação» – Carlos Cunha

«A resposta tem sido boa em termos de aplicação» – Carlos Cunha

Em jeito de balanço da primeira semana de trabalho, Carlos Cunha, treinador do FC Vizela, demonstrou satisfação pela entrega dos seus jogadores:

«Nesta primeira semana, quisemos dar volume e trabalhar os grandes princípios. O essencial foi a equipa ganhar estrutura forte ao nível das capacidades motoras. Vamos consolidar tudo isto nas próximas semanas. A resposta tem sido boa em termos de aplicação. Há um maior desgaste, mas isso é normal nesta fase. O balanço é bom. Os jogadores estão de parabéns pela dedicação e entrega», sublinhou.

Embora tenham sido dadas boas indicações acerca da valia do plantel, o timoneiro dos azuis e brancos salienta as muitas caras novas e a consequente necessidade de construir uma nova equipa que corresponda também aos anseios dos adeptos:

«Temos uma noção da valia dos jogadores. As decisões foram tomadas com critério, no entanto, o contexto é diferente. Praticamente temos de construir uma nova equipa. Sentimos que estamos a trabalhar no caminho certo. Temos várias opções, mas agora o essencial é construir uma boa equipa. É isso que os nossos associados esperam e é para isso que estamos a trabalhar», garantiu.

Uma constante ao longo da primeira semana de trabalho, concluída com este ensaio frente aos Sub-19 do Paços de Ferreira, tem sido o forte calor, um aspeto que, embora condicionador, é importante na preparação da equipa:

«Temos vindo a trabalhar sob condições extremas de temperatura. Tal como nos treinos, também este jogo decorreu com temperaturas elevadas. Estou a contar que seja assim nas primeiras jornadas em Agosto. Estamos a preparar-nos para o momento em que a exigência competitiva for superior», afiançou.