FC Vizela regressa a Mirandela 6 épocas depois

FC Vizela regressa a Mirandela 6 épocas depois

A partida deste domingo, dia 29 de Outubro, assinala o regresso do FC Vizela ao Estádio São Sebastião, recinto onde os adversários costumam ter de suar bastante pelos pontos.

A turma vizelense pretende dar sequência à sua série vitoriosa, da qual constam três triunfos seguidos para o Campeonato de Portugal e dois pelo meio para a Taça de Portugal.

Puxamos então a fita do tempo para recordar as dificuldades que sempre existiram em Mirandela, cidade transmontana que viu crescer equipas aguerridas e com algum talento à mistura.

A última vez que o FC Vizela defrontou o conjunto alvinegro foi na época 2012/13. Na altura, os vizelenses terminaram o ano na 4.ª posição com 51 pontos, menos dois que o Mirandela, que foi 3.º classificado e tinha no seu plantel goleadores como Leandro Souza (União de Leiria) ou Lucas João (Sheffield Wednesday), numa luta pela subida ganha pelo Desportivo de Chaves.

Nesse ano, os azuis e brancos, orientados por Armando Evangelista, perderam por 2-0 e um dos marcadores desse jogo ainda permanece em Mirandela: o defesa-central Nuno Corunha.

De resto, este experiente jogador continua a ser uma ameaça às redes adversárias, visto que é o atual melhor marcador da equipa de Rui Borges com 3 golos apontados.

Os mirandelenses somam três triunfos (Minas de Argozelo, Atlético dos Arcos e Vilaverdense) e igual número de derrotas (Bragança, Merelinense e S. Martinho) com um empate caseiro (AD Oliveirense) pelo meio na corrente temporada.

Com um plantel recheado de jovens valores, muitos deles direcionados pelo Desportivo das Aves, coletividade com a qual parece existir estreita colaboração, este Mirandela é também um misto de diferentes nacionalidades (8 no total, a sua maioria de origem africana).

Se, por um lado, podemos encontrar a experiência de jogadores como Pedro Fernandes (guarda-redes), Nuno Corunha, Vítor Pereira ou Bruno Magalhães, do outro, estará certamente a irreverência e talento de jovens como Ricardo Mangas, Angola, Yerson ou Grinood.

Em suma, à semelhança das dificuldades que o FC Vizela encontrou em Bragança, também em Mirandela elas se farão sentir certamente. De qualquer forma, a formação de Carlos Cunha seguirá com o firme propósito de vencer, como tem sido apanágio em todas as partidas.

Uma certeza será o apoio dos nossos adeptos, pois um autocarro está garantido e muitos outros prometem seguir viagem em viaturas particulares, até porque a previsão meteorológica convida a um bom domingo de futebol em terras transmontanas.