FC Vizela supera Montalegre e reforça vantagem no topo

FC Vizela supera Montalegre e reforça vantagem no topo

Foi uma jornada duplamente positiva para a formação de Rui Amorim que, além de ter superado o Montalegre em casa, alcançando assim o décimo triunfo consecutivo, beneficiou do empate do São Martinho em Ponte de Lima, fixando agora uma vantagem de 7 pontos sobre o rival.

Curiosamente, tal como na ronda anterior, na Póvoa de Lanhoso, o resultado foi o mesmo (3-0) e o clima (muita chuva) também. A diferença foi que o relvado rapidamente se deteriorou a tal ponto que a tarefa dos jogadores se tornou quase hercúlea.

A primeira parte trouxe um FC Vizela igual a si próprio, com sentido de baliza bem vincado, ao qual não faltaram oportunidades prometedoras de golo.

Do outro lado, viu-se um Montalegre que valorizou o jogo, dentro das condicionantes anteriormente referidas, procurando jogar sempre “olhos nos olhos” na casa do primeiro classificado.

As primeiras situações de perigo pertenceram ao FC Vizela. Logo aos 13’, Correia surgiu para o cabeceamento, na resposta a um belo cruzamento de Kaká.

Também Kuku, aos 18’, armou o remate e a bola não saiu longe do poste, isto depois de percorrer uns bons 30 metros em slalom. Pelo meio, de bola parada, João Faria cabeceou ao lado, após livre de Zé Valente, descaído sobre o lado direito.

A tendência de jogo sugeria a abertura do marcador para o lado vizelense e foi mesmo isso que aconteceu aos 23’. Tiago Guedes derrubou na área um Correia que já se encaminhava para o remate final e Zé Valente encarregou-se de converter em golo o indiscutível castigo máximo.

A vantagem do FC Vizela ficou perto de ser reforçada pouco depois. Aos 27’, Fall, na sequência de uma abertura de João Oliveira, antecipou-se a Vítor Pereira e, completamente enquadrado com a baliza, atirou às malhas laterais, gorando-se aqui uma excelente hipótese para o segundo.

Já depois de cumprida a meia hora de jogo, o Montalegre também dispôs de uma boa chance para marcar, através de Márcio Ferrari, e, sobre o intervalo, na sequência de um cruzamento de Zack, Rogério e Paulo Roberto surgiram ao primeiro poste a criar perigo, mas a defensiva vizelense anulou bem a intenção dos atacantes barrosões.

O FC Vizela também podia ter marcado no lance anterior, mas Correia não chegou a tempo do desvio, após jogada trabalhada entre Kuku e Fall.

No recomeço, já com o relvado em péssimo estado, as equipas tiveram de “arregaçar as mangas” e o resultado não deixava o FC Vizela sossegado, nem o Montalegre desligado do jogo.

Aos 50’, Correia, assistido por Kaká, voltou a espreitar o golo, mas o remate saiu ao lado. Do outro lado, Anderson Zangão quase chegou para o desvio de um cabeceamento de Paulo Roberto.

Mas o FC Vizela justificou o porquê da qualidade do seu coletivo e de ter o melhor ataque do país em provas nacionais de futebol sénior com a jogada que resultou no 2-0.

Estavam cumpridos 64’ quando Correia combinou com Zé Valente e este deu para Kaká cruzar para o coração da área, onde surgiu Kuku a faturar como tão bem sabe fazer. E este foi o terceiro encontro consecutivo a marcar do nigeriano.

Naturalmente, este segundo golo vizelense deixou marcas significativas no adversário, que, até aí, havia dado boa luta à equipa de Rui Amorim.

Daí que, sobretudo no último quarto de hora, o maior domínio de jogo tenha pertencido ao FC Vizela, que esteve sempre mais perto de elevar a contagem.

Foi o que aconteceu aos 87’, em mais uma transição eficaz dos vizelenses. Rafael Viegas abriu para Leandro Souza na direita, este devolveu o esférico ao lateral-direito, que tentou um primeiro remate, antes da bola sobrar para Leandro Borges selar as contas do jogo com o 3-0.

Vitória expressiva (mais uma) do FC Vizela, que continua a demonstrar a sua força, jornada após jornada, nesta edição do Campeonato de Portugal. E já vai em dez o número de triunfos seguidos, a apenas um de igualar o recorde fixado na época anterior.

Essa poderá ser uma realidade, caso a turma de Rui Amorim supere o Mirandês, em Miranda do Douro, no próximo domingo, dia 18. A partida na cidade fronteiriça terá início às 15:00 horas.

 

FICHA DE JOGO

FC Vizela 3-0 Montalegre

Árbitro: Márcio Torres (AF Viana do Castelo)

Assistentes: Emanuel Rocha e Bruno Rocha

FC Vizela: Rafa; Rafael Viegas, Weliton (C), João Faria e Kaká; João Oliveira, Diaby (Tarcísio, 45’), Zé Valente e Kuku (Leandro Borges, 73’); Correia (Leandro Souza, 65’) e Fall.

Suplentes não utilizados: Cajó, Igor Rocha, João Pedro e Panin.

Treinador: Rui Amorim

Montalegre: Tiago Guedes; David Carvalho, Vítor Pereira, Vítor Alves e Zack; Márcio Ferrari (Gabi, 66’), Bela Tavares e Lio; Rogério (Prince, 66’), Paulo Roberto (C) e Anderson Zangão (Amadu Turé, 73’).

Suplentes não utilizados: João Viana, André Santos, Lamine Embaló e Álvaro Branco.

Treinador: José Manuel Viage

Golos: Zé Valente (23’, g. p.), Kuku (64’) e Leandro Borges (87’).

Cartões Amarelos: Vítor Alves (54’) e Correia (61’).