FC Vizela travado em Ponte de Lima

FC Vizela travado em Ponte de Lima

Em partida referente à jornada 21 do Campeonato de Portugal, o FC Vizela empatou a zero no regresso a Ponte de Lima, cinco anos depois.

Depois de duas vitórias consecutivas, a formação de Rui Amorim experimentou as dificuldades típicas dos jogos realizados no Campo do Cruzeiro, repetindo o mesmo resultado que Felgueiras e São Martinho, dois dos seus rivais diretos na luta pela subida, registaram.

O guarda-redes do Limianos foi a grande figura do encontro ao inviabilizar o golo do FC Vizela por três ocasiões com intervenções soberbas, no decorrer da segunda parte.

Antes disso, a turma azul e branca entrou ao ataque e, logo ao minuto inicial, Fall cabeceou por cima, na resposta ao cruzamento de Leandro Borges.

Apesar do maior domínio territorial do FC Vizela, o Limianos foi fechando os caminhos da sua baliza e espreitando um ou outro contra-ataque venenoso.

Assim aconteceu ao minuto 17. Muelson Samate desmarcou Iano para um forte remate devolvido pela barra. Na recarga, Cajó defendeu o remate do jovem guineense.

Também de bola parada, o Limianos ameaçou, primeiro com um cabeceamento de Zé Pimenta (21’), mais tarde, numa tentativa de remate de Cláudio Borges (33’), em lance ensaiado.

Os vizelenses bem tentaram chegar perto da baliza de Bean e, numa das situações, à passagem da meia hora, reclamaram um eventual contacto na área entre Vítor Sousa e Leandro Souza.

Perto do intervalo, Cajó segurou bem o remate de Wanderley, na cobrança de um livre frontal.

No reatamento, o FC Vizela entrou com forte pujança, não faltando oportunidades para que o nulo fosse desfeito. Contudo, Bean, guarda-redes dos da casa, foi uma autêntica barreira.

A primeira grande defesa aconteceu logo aos 49’. Leandro Souza, lançado por Zé Valente, não conseguiu desfeitear Bean, que, corajosamente, fez a mancha.

Pouco depois, aos 55’, no seguimento de um pontapé de canto, João Faria desferiu excelente golpe de cabeça, mas Bean com uma palmada, tirou o esférico por cima da trave. O ascendente dos vizelenses conheceu nova ocasião, porém o cabeceamento de Aidara saiu para fora.

À passagem do minuto 60, Rui Amorim lançou Panin e o ganês ficou muito perto de abrir o ativo na primeira vez que tocou na bola. Numa das mais bonitas jogadas do encontro, Igor Rocha cruzou com conta, peso e medida para o remate de primeira de Panin, cujo destino só não foi o fundo das malhas porque Bean fez um voo incrível para desviar o esférico do golo.

Desta forma, o Limianos foi aguentando as investidas vizelenses e, gradualmente, foi equilibrando os duelos, sobretudo depois de refrescar as suas linhas intermediária e ofensiva.

Os instantes finais da partida foram, de certa maneira, emotivos, na medida em que o golo podia ter aparecido em qualquer uma das balizas. Num desses lances, João Faria foi providencial ao efetuar um corte precioso, travando o cruzamento venenoso do limiano Alvinho.

A tradição conheceu, então, novo capítulo com o Limianos a travar o FC Vizela, à semelhança de outras temporadas. Um empate que, ainda assim, não tirou a equipa vizelense do 1.º lugar, no entanto, permitiu a aproximação do Trofense, agora com igual número de pontos, e da AD Fafe, agora com apenas três de desvantagem.

Na próxima jornada, o FC Vizela recebe a AD Oliveirense (que goleou por uns invulgares 10-0 na primeira volta), enquanto os seus rivais diretos jogam em São Torcato e com o São Martinho em casa, respetivamente.

 

FICHA DE JOGO

AD Limianos 0-0 FC Vizela

Árbitro: Sérgio Soares (AF Porto)

Assistentes: Jorge Aguiar e Tiago Cabral

AD Limianos: Bean; Nandinho, Cláudio Borges, Touré e Vítor Sousa; Zé Pimenta (C), Wanderley (Mickael, 70’) e Rui Magalhães; Iano (Alvinho, 79’), Mailó (Balotelli, 75’) e Muelson Samate.

Suplentes não utilizados: Ivo Ferreira, Digas, Cláudio Dantas e Elivelton.

Treinador: José Carlos Fernandes

FC Vizela: Cajó; Rafael Viegas, João Faria, Aidara e Igor Rocha; Maks (Correia, 80’), Tarcísio, Zé Valente (C) e Leandro Borges (Vitinho, 68’); Fall (Panin, 60’) e Leandro Souza.

Suplentes não utilizados: Rafa, André Soares, Pedras e Kiko.

Treinador: Rui Amorim

Cartões Amarelos: Vítor Sousa (8’), Zé Pimenta (34’) e Aidara (39’).