FC Vizela empata sem golos no dérbi com São Martinho

FC Vizela empata sem golos no dérbi com São Martinho

Numa partida antecipada para sábado, com honras de transmissão televisiva pelo Canal 11 da FPF, a nossa equipa empatou sem golos na receção ao São Martinho.

A tradição voltou a prevalecer no dérbi entre vizinhos. Basta dizer que, nas últimas quatro edições do dérbi, disputadas na cidade termal, os campenses travaram sempre a marcha triunfal dos azuis, sendo que, em três delas, o jogo terminou da mesma forma como começou.

Para este desafio, presenciado por um número interessante de espectadores nas bancadas, a turma de Álvaro Pacheco procurava chegar ao grande jogo da Taça de Portugal com uma mão cheia de vitórias consecutivas para o campeonato.

Não houve golos, é certo, mas tal não significou ausência de perigo junto das duas balizas. O FC Vizela entrou ao ataque e foi superior ao adversário em vários momentos.

O quarto de hora inicial é elucidativo da pressão exercida sobre o São Martinho. João Faria, por duas vezes, tentou, de cabeça, acertar no alvo, mas a abertura do marcador esteve próxima de acontecer noutras duas situações.

Primeiro, aos 4’, destaque para um bom entendimento entre Kiko Bondoso, Mendes e João Pedro, que procurou assistir Fall para o golo, porém, Bruno Pinto antecipou-se no timing certo.

Aos 15’, a bola foi mesmo devolvida pelo ferro. Grande lance trabalhado, desta vez, pelo corredor esquerdo com Kiki a cruzar e Fall a tentar marcar de calcanhar, mas a bola foi ao poste.

As preocupações do São Martinho eram, sobretudo, defensivas. As sucessivas aproximações dos vizelenses à área contrária deixavam os defensores verde e brancos em alerta. Exemplo disso foi o corte providencial de Tiago Valente, aos 17’, a impedir que Fall pudesse abrir o ativo.

A prestação do FC Vizela era sólida e o São Martinho apenas chegou mais perto da baliza de Rafa à passagem do minuto 20. Aí foi altura de Matheus efetuar um grande corte, evitando que Zé Pedro pudesse ter êxito no seu remate.

De resto, foi Zé Pedro quem criou muito perigo, estava ultrapassada a meia hora de jogo. O toque de Rafa foi suficiente para desviar uma bola que saiu rente ao poste.

Os vizelenses voltaram rapidamente à carga e criaram mais dois lances de perigo, praticamente sobre o descanso. Contudo, Fall não estava em tarde inspirada.

No recomeço do encontro, o São Martinho entrou mais atrevido. Matheus, que regressou ao onze inicial em grande forma, estava lá, no sítio certo, a negar a intenção de Bela Tavares. De bola parada, foi João Abreu a testar a atenção de Rafa, aos 50’.

Um minuto volvido, André Soares combinou com Fall e atirou por cima, mesmo antes de ver o atacante senegalês em novo duelo com Bruno Pinto, após jogada de Mendes e João Pedro.

O FC Vizela voltava a crescer no jogo e a dispor de mais oportunidades para acabar com o nulo teimoso. O incansável Fall (bem merecia o golo) teve nova chance, contudo, o guardião campense agarrou o esférico.

Sobre a hora de jogo, Kiko Bondoso cabeceou ao lado e, mais tarde, Landinho não conseguiu o remate nas melhores condições, após grande trabalho de Fall.

Aos 68’, Samu, minutos antes lançado em jogo, também causou algum frisson com um remate a roçar o poste esquerdo da baliza de Bruno Pinto.

Pouco depois, aos 71’, foi momento de Rafa brilhar entre os postes. Grande mancha do guardião do FC Vizela a remate de Zé Pedro, numa fase em que a nossa equipa estava bem no jogo.

À entrada para a reta final do encontro, Manuel Pedro evitou que Fall pudesse finalmente marcar e Kiko Bondoso deu trabalho a Bruno Pinto, com uma defesa de recurso, aos 83’.

Seria já com os atacantes Cann e Diogo Ribeiro em campo que uma grande penalidade clara ficou por assinalar na área do São Martinho.

Os vizelenses permaneciam com maior frequência em zonas adiantadas e, numa insistência, Kiko Bondoso foi empurrado à margem das leis por João Carneiro, tendo ficado por marcar um castigo máximo que, em teoria, configuraria excelente hipótese para que o FC Vizela chegasse à vitória.

O certo é que o jogo prosseguiu e terminou com ânimos exaltados e expulsões, tanto de Rogério Pinto (por agressão a Kiki), como de ambos os treinadores.

O nulo não se desfez mesmo e o FC Vizela acabou por assistir à aproximação do candidato Sporting de Braga ‘B’, agora segundo classificado, a três pontos dos azuis.

O campeonato estará de volta dentro de duas semanas com uma deslocação à Madeira para defrontar o União, no dia 01 de Dezembro.

Antes disso, virá o histórico jogo com o Benfica, relativo à Taça de Portugal e agendado para as 20:45 horas do próximo sábado, dia 23, no Estádio do FC Vizela.

 

Ficha Técnica

Resultado: FC Vizela 0-0 São Martinho

Local: Estádio do FC Vizela (Vizela)

Árbitro: Pedro Campos (AF Porto)

Assistentes: Hugo Santos e Ricardo Pinto

FC Vizela: Rafa; João Pedro (C), Matheus, João Faria e Kiki; Ericson, Landinho (Diogo Ribeiro, 85’) e André Soares (Samu, 62’); Mendes (Cann, 74’), Fall e Kiko Bondoso.

Suplentes não utilizados: Cajó, Zag, Kaká e Aidara.

Treinador: Álvaro Pacheco

São Martinho: Bruno Pinto; Chico (Emmanuel Dass, 84’), Tiago Valente, Manuel Pedro e Simão Melhor; Micael Babo (C), João Abreu e João Carneiro; Bela Tavares (Dani, 58’), Zé Pedro e Vasco Costa (Rogério Pinto, 74’).

Suplentes não utilizados: Kevin Douglas, Sumaila Mané, Nuno Moreira e Luís Ká.

Treinador: Agostinho Bento

Cartões Amarelos: João Carneiro (69’), Zé Pedro (75’), Simão Melhor (80’), Manuel Pedro (86’) e Kiki (90’+1’).

Cartão Vermelho: Rogério Pinto (90’+1’).