O Futebol Clube de Vizela foi fundado em 1 de Janeiro de 1939. Os fins a prosseguir pelo clube, conforme estabelecido nos seus Estatutos relacionam-se com o desenvolvimento da educação física e do desporto, promovendo a sua prática e expansão, especialmente entre os associados, proporcionando-lhes igualmente meios de cultura e distracção.

Logo após a fundação do clube, foi construído o Campo Agostinho de Lima, oferecido por um vizelense, recoveiro de profissão, a quem saíra a lotaria.

O Futebol Clube de Vizela, durante a sua longa actividade, a qual conta já com 78 anos de uma bonita história, conseguiu a obtenção de alguns títulos de relevo.

Foi Campeão Nacional da 3.ª Divisão, em 1966/1967 e 1981/1982, foi Vencedor da Zona Norte da II Divisão, em 1983/1984, ascendendo à 1.ª Divisão Nacional, naquela que seria uma participação inédita no principal patamar do futebol português, disputada em 1984/1985, e foi Campeão Nacional da extinta 2.ª Divisão “B” em 2004/2005. Na última época de 2015/16, o clube almejou a tão desejada subida à 2.ª Liga pela segunda vez no seu historial, após magnífica vitória em Anadia diante de cerca de dois milhares de adeptos vizelenses.

Neste momento, o clube proporciona a prática do futebol a cerca de 250 atletas e participa com a sua equipa de Juniores (Sub-19) nos campeonatos nacionais, sendo que, em 2013/2014, teve todos os escalões de formação no patamar máximo do futebol nacional a este nível.

O Futebol Clube de Vizela já foi, de certa forma, um clube eclético. Durante alguns anos estiveram em actividade modalidades como Ténis de Mesa, Xadrez, Hóquei em Patins, Minigolfe, para além do Futebol e do Atletismo, as únicas modalidades existentes neste momento.

No Atletismo, formaram-se no Futebol Clube de Vizela várias das atletas que, neste momento, são referências do atletismo feminino nacional, tais como Dulce Félix, Marisa Barros, Salomé Rocha e Catarina Ribeiro. Na modalidade de Minigolfe, também passaram pelo clube vários atletas com títulos nacionais no currículo, os quais, inclusive, representaram as selecções nacionais da categoria.

O Futebol Clube de Vizela tem como instalações desportivas próprias o seu Complexo Desportivo, constituído por um Estádio, com relvado natural e com capacidade para cerca de 6.500 espectadores, um Campo de Treinos (Futebol de 11), com relvado sintético, e outro Campo de Treinos (Futebol de 7), em terra batida.

Este Complexo Desportivo foi construído graças a uma Direcção extremamente empreendedora que aglutinou o apoio dos maiores industriais da região e, por outro lado, captou donativos mensais da generalidade dos vizelenses que, durante alguns anos, colaboraram expressamente com uma espécie de Comissão Pró-Estádio.

Para a sua construção foi fundamental a cedência dos terrenos por parte de um grande vizelense, José Fernando da Costa Vieira. A mesma Direcção conseguiu também obter para o clube o Estatuto de Utilidade Pública, por despacho de 29/07/1988.

A inauguração do Estádio do Futebol Clube de Vizela teve lugar no dia 12 de Novembro de 1989, data a partir da qual o antigo Campo Agostinho de Lima ficou inutilizado. O Futebol Clube de Vizela tem pugnado, desde essa data, pela melhoria das suas instalações, de forma a proporcionar ao seu vasto número de atletas e associados as melhores condições para a prática desportiva, registando, no entanto, um abrandamento nessas melhorias provocado pela crise financeira que assolou o clube entre 2009 e 2013.

Para além da sua faceta desportiva, o Futebol Clube de Vizela já promoveu acontecimentos culturais de grande relevo, uma vez que liderou a Comissão Organizadora das Festas da Cidade de Vizela, durante mais de uma década, às quais conseguiu conferir um nível reconhecidamente elevado, e organizou dez edições de um Torneio Internacional de Futebol Juvenil.

Refira-se ainda que, nos últimos anos, o Departamento de Formação acrescentou ao seu vasto palmarés 3 títulos de Campeão Distrital de Infantis, duas subidas à 1.ª Divisão Nacional em Juniores (Sub-19) e uma inédita participação na Fase Final do Nacional de Iniciados “A” em 2011/12.